Saiba mais sobre o aumento peniano

O tamanho do pênis é definitivamente um dos maiores tabus na vida do homem. Embora muitas mulheres afirmem que o tamanho do pênis não é o que mais importa na hora de uma relação sexual, muitos homens realmente se preocupam com o fato de ter um pênis pequeno, o quaumento penianoe muitas vezes não é verdade. De fato existem casos onde uma intervenção cirúrgica é necessária, porém, muitas vezes o aumento peniano é buscado com fins estéticos. Pensando nisso, hoje vamos falar sobre alguns mitos e verdades que circundam esse tabu tão grande no universo masculino.

Será que o tamanho importa? Esse questionamento sem duvidas gera muitas duvidas e inseguranças na mente de muitos homens, que em busca de respostas vão atrás de métodos que podem por em risco a saúde de seu órgão sexual.

O órgão que rege a eficácia desses produtos se chama American Urological Association, esse órgão científico não tem aprovado métodos de aumento peniano com fins estéticos, assim que isso descredencia muitos desses produtos que estão no mercado.

Hoje em dia existem alguns procedimentos cirúrgicos, com fins estéticos, para aumentar o tamanho do pênis como as injeções de gordura, que servem para aumentar a grossura do membro. Embora sua eficácia possa ser comprovada em muitos casos, por outro lado existem muitos especialistas que questionam essa eficácia pelo fato de que, segundo eles, parte da sensibilidade do membro seja afetada o que influiria diretamente na ereção. As injeções do gordura podem causar, também, infecções, problemas de cicatrização e deformidades no pênis.

Existem também alguns métodos naturais contendo ervas, vitaminas e hormônios com o fim de aumentar o pênis do paciente, que vêm sendo comercializados no Brasil, porém, sua eficácia também não foi comprovada. Os cremes e loções contendo testosterona que são aplicados a crianças durante a infância para acelerar o desenvolvimento durante a puberdade, também são comercializados como tratamentos para o aumento peniano, mas a eficácia em adultos, todavia não foi comprovada.

Visite nosso blog e saiba mais sobre o universo da estética e da cirurgia plástica.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*