Como Funciona o Direito Trabalhista

direito trabalhistaO direito trabalhista, apesar de para muitos aparentar ser algo muito simples, na verdade, assim como qualquer outra área do direito não possui nada de simples, do contrário, pode ser considerado como uma área bastante complexa, visto que assim como todas as outras é repleta de leis, e também interpretações que poderão fazer com que se tenha ou não razão em uma representação, sendo assim, entenda um pouco mais sobre como funciona o processo.

  • Como funciona o direito trabalhista:

O que acontece  é que o advogado trabalhista, ou o profissional que atua com direito trabalhista deverá receber todas as informações de seus clientes  independente de ser o empregado, ou o empregador, que seria no caso a empresa que ofereceu emprego alguém, este que poderá sim entrar com um processo contra um empregado. Porém, existem alguns argumentos que podem ser avaliados e também utilizados no direito trabalhista, como por exemplo o caso de ter trabalhado e não ter recebido, não ter carteira assinada, não receber benefícios, trabalhar mais do que as horas que são permitidas por lei, e também a reclamação de licença sem comprovante, falsificação de atestado médico, falsificação de documentos comerciais, espionagem industrial, entre muitos outros motivos que poderão fazer com que necessite de um advogado trabalhista.

  • Como contratar:

Geralmente o advogado trabalhista trabalha da seguinte forma: você deverá reunir o máximo de documentos que você tenha relacionado a sua empresa, ou a que você trabalhou até o momento e se dirigir ao advogado, onde este deverá analisar os papéis e verificar o que pode ou não pode ser reclamado naquela situação  e então ele irá solicitar a procuração, e o restante dos documentos, como por exemplo cópias de documentos pessoas da pessoa que irá representar. Com tudo isto será feita uma peça processual, onde haverá todas informações sobre a sua reclamação, e nisto será entregue para o juiz, e como forma de pagamento, será necessário que se entregue uma determinada porcentagem para o advogado, sendo que isto pode não ser considerado como adequado, mas ainda assim é feito, e as porcentagens variam de acordo com o advogado e também com o valor da causa.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*