O que é psoríase?

Muitas pessoas acabam levando um grande susto quando começam a perceber que estão surgindo uma série de feridas espalhadas por determinadas partes do corpo. Algumas pessoas notam que elas ficam concentradas em algumas regiões, enquanto que em outros casos as pessoas percebem que existe uma grande quantidade de feridas em diversas partes diferentes do corpo.

Estas pessoas podem ter uma das doenças de pele mais comuns no mundo inteiro: Psoríase. Mas o que é psoríase? Trata-se de uma doença que pode ser classificada como crônica, não contagiosa e cíclica. Ou seja, esta doença acaba estando diretamente relacionada com a genética, ela não pode ser pega ou transmitida e seus sintomas aparecem e surgem de tempos em tempos.

Sendo assim, um dos principais problemas enfrentados pelas pessoas que estão tendo os primeiros contatos com a doença é o fato de acharem que estão curadas quando as feridas simplesmente desaparecem do corpo. Mas o grande problema é que elas costumam retornar depois de um determinado tempo, e caso a pessoa não realize o tratamento necessário ela tende a retornar pior.

Os médicos e pesquisadores ainda tentam entender as origens da sua causa, sendo que ainda não conseguiram ter sucesso para mapear o caminho que a psoríase faz até chegar uma determinada pessoa, mas tudo leva a crer que muitas já nascem com esta pré-disposição, e algum gatilho faz com que ela apareça.

Mas os pesquisadores já fizeram uma série de descobertas que permitiram avanços significativos nos estudos de tratamentos. Uma delas descobriu que a psoríase está diretamente relacionada com o sistema imunológico das pessoas, portanto quando este acaba sendo afetado, de alguma forma, as feridas surgem.

Além do aspecto nada agradável que esta doença acaba deixando na pele dos seus portadores, um dos grandes problemas que ela causa é a coceira. As pessoas acabam se coçando tanto que costumam piorar o estado das feridas, portanto é recomendado não fazer este tipo de movimento, especialmente com as unhas.

As crises de psoríase devem sempre ser acompanhadas por médicos, que podem indicar um tipo de medicamento que possa amenizar as feridas, uma vez que a doença não tem cura.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*