Pós Operatório de Cirurgia de Varizes

Depois de uma cirurgia de varizes – Pós Operatorio:

Começar a andar

A primeira coisa que deve ter conhecimento, depois de uma cirurgia de varizes, é que movimentar as pernas não causa problema algum. Quanto mais cedo se começar a movimentar as pernas, melhor será a circulação sanguínea no sentido ascendente das veias, ajudando a prevenir tromboses. Logo que o efeito da anestesia passe, de-ve levantar-se e andar: um enfermeiro deve certificar-se de que está tudo bem quando o doente se levanta pela primeira vez.

As dores

A intensidace da dor, depois da cirurgia, varia de pessoa para pessoa, embora a maioria sinta apenas desconforto. Como é obvio é mais difícil levantar e andar depois de uma cirurgia a ambas as pernas do que depois de uma operação a uma só perna. Para além disso, a incisão na virilha pode causar algum desconforto (é uma zona de cirurgia ‘”profunda”). O tratamento por laser ou radiofrequência evita uma incisão na virilha e os hematomas, que podem ocorrer na coxa como restado do stripping da veia safena interna.

No entanto, o tratamento por laser pode perfurar a veia e provocar hematomas. Para uma pequena parte dos doentes, aos quais surgem problemas por causa da incisão na virilha ou hematomas graves, este tratamento pode ser vantajoso. Contudo, para a maioria dos doentes as vantagens deste tratamento são provavelmente menores do que as defendidas por quem promove estas técnicas.

Durante os primeiros dias de pos-operatório, os hematomas desenvolvem-se e podem surgir “novas” dores. Normalmente, a parte inferior e interior da coxa torna-se cada vez mais dolorosa, à medida que o hematoma se acumula na área de remoção da veia safena interna. As pernas podem tornar-se dolorosas e bastante tensas depois de uma actividade intensa. Todavia, isto não deve desencorajar as pessoas de se manterem tão activas quanto possível. Se as pernas doerem, devem ser administrados analgésicos, especialmente nos primeiros dias.

Analgésicos

Depois da cirurgia ser-lhe-ão administrados analgésicos, que deverão também ser prescritos para tomar em casa. Embora alguns doentes sintam uma certa relutância em tomar analgésicos, é importante que estejam confortáveis enquanto andam, descansam ou dormem e, para isso, têm de tomar analgésicos durante os primeiros dias. Os analgésicos disponíveis nas farmácias, como o paracetamol ou ibuprofeno, são suficientes.

Regressar a casa depois da cirurgia de varizes

Cirurgia sem internamento

Depois uma cirurgia que não requer internamento, é habitual que o doente se levante após duas ou três horas e regresse a casa, depois de andar um pouco e ser examinado pelo pessoal do hospital. O hospital deve providenciar:

- informação escrita sobre a recuperação e aconselhamento sobre o que fazer em caso de preocupação;
– uma carta para o médico de família;
– prescrição de analgésicos.

Se for necessário trocar as ligaduras por umas meias, serão tomadas as devidas providências. Se a cirurgia for feita com anestesia local, o doente poderá regressar a casa pouco depois da cirurgia.

Cirurgia com internamento

Os doentes devem levantar-se poucas horas após a cirurgia. Se a cirurgia for feita a ambas as pernas ou se o doente tiver outros problemas de saúde, é necessário internamento. Para além disso, o doente pode levar mais tempo a levantar-se e a começar a andar. As ligaduras colocadas na perna no final da cirurgia, normalmente, são trocadas por meias de compressão no dia seguinte. Os doentes podem regressar a casa logo que estejam estáveis e capazes de se movimentar – habitualmente, no dia seguinte à cirurgia – e é-lhes dada informação escrita e prescritos analgésicos.

E as incisões?

Por vezes, as incisões podem sangrar um pouco durante as primeiras 12 ou 24 horas após a cirurgia. A hemorragia é normalmente pequena e pára por si propria. Se uma incisão sangrar depois do doente ter regressado a casa, pode-se parar a hemorragia fazendo pressão no local durante dez minutos, com uma compressa. Se a hemorragia continuar depois de se ter feito isto duas vezes (o que é raro), é aconselhável telefonar ao médico ou ir ao hospital.

As incisões podem ser suturadas por baixo da pele (não sendo necessário retirar os pontos), à superfície (sendo necessário retirar os pontos) ou fechadas com fita cirúrgica. A forma como se fecha as incisões e como são tapadas varia de médico para médico; os doentes devem ser sempre informados sobre o que fazer quanto a elas e sobre quando deve retirar os pontos.

A incisão na virilha pode ser lavada passadas 48 horas e, se não for, essa zona fica suada e causa desconforto. As pequenas incisões da flebectomia são, normalmente, fechadas com fita cirúrgica ou podem nem ser fechadas ou tapadas, por serem muito pequenas. Por isso, os doentes costumam ser aconselhados a mantê-las secas durante 7 a 10 dias.

Logo, não se pode molhar as pernas durante esse período. Algumas pessoas contornam este problema tomando um banho rápido, com a perna para cima e para o lado (se só tiver sido tratada uma perna), Outra forma de solucionar este problema é pôr um saco plástico à volta de toda a perna ou de ambas as pernas, seguro no topo com um elástico ou fita adesiva larga, para impedir que a água entre durante o banho. Alguns médicos permitem um banho rápido depois de 4 ou 5 dias. Quando as incisões da flebectomia não são fechadas ou quando é usada fita cirúrgica para as fechar, não é possível limpar todos os resíduos de antisséptico ou sangue das pernas no final da cirurgia. Estes resíduos só serão limpos no primeiro banho, após 7 a 10 dias.

Ligaduras e meias de compressão

As ligaduras são, muitas vezes, trocadas por meias de compressão especiais no dia seguinte à cirurgia. Estas meias podem ser usadas continuamente, mas, se tornarem desconfortáveis durante a noite, podem ser retiradas antes de ir para a cama e calçadas novamente de manhã. A sua principal função é suportar a perna enquanto se está de pé ou se anda durante o dia. É aconselhável usar as meias durante cerca de 10 dias, embora não haja fortes evidências de que são necessárias durante tanto tempo. Contudo, há pessoas que as usam durante mais tempo, porque sentem a perna mais confortável.

Hematomas e nódulos

Os hematomas e nódulos aparecem porque o sangue flui para os espaços. por baixo da pele, de onde foram removidas as veias. Quanto maiores forem as varizes, maiores serão os espaços que irão ser preenchidos com sangue. Os hematomas são causados pelo sangue que se espalha dentro e à volta destas áreas, enquanto os nódulos são formados por pequenas acumulações de sangue, que coagulam e endurecem gradualmente, como parte do processo de cicatrização. Estes coágulos de sangue permanecem na camada de gordura, por baixo da pele e não são perigosos.

Os médicos tentam minimizar os hematomas e nodulos de diferentes formas. As ligaduras ou meias, colocadas no fim da cirurgia, ajudam a reduzir os hematomas. Se for administrada heparina como medida de precaução contra a trombose venosa profunda, o sangue não coagula tão bem, o que pode aumentar os hematomas. O aparecimento de hematomas, depois de uma cirurgia de varizes, é comum e pode dar-se numa grande extensão, levando um mês ou mais a desaparecer. Pode ocorrer especialmente na parte interior da coxa, onde não houve incisões: isto é causado por sangue antigo que se junta na área de onde foi removida a veia safena interna. A parte interior e inferior da coxa pode causar dores, quatro ou cinco dias após a cirurgia, mas serão passageiras.

É normal que a zona inferior à incisão da virilha provoque dores durante alguns dias e pareça “encortiçada”, durante algumas semanas” Os hematomas podem fazer com que haja dor noutras áreas da perna, o que não é perigoso e desaparecerá gradualmente, embora demore várias semanas.

Caminhar e outras actividades

É importante começar a andar, logo que possível, após a cirurgia. Levantar pode ser um pouco difícil durante os primeiros dias. Poderá sentir a perna rígida e ter dores quando toca em determinadas zonas da perna, mas caminhar não traz nenhum inconveniente. O ideal seria caminhar um pouco a cada meia hora, durante o dia, na primeira ou nas duas primeiras semanas. Para algumas pessoas, isto significa, simplesmente, voltar às suas rotinas diárias logo que possível. O conselho de “caminhar cinco quilómetros todos os dias” já não é válido. Caminhar frequentemente é mais importante do que caminhar longas distâncias, mas não há nenhum inconveniente em se fazer longas caminhadas, desde que as pernas estejam suficientemente confortáveis. Quando não se está a andar, deve-se elevar a perna (ou as pernas) – num sofá ou numa cama – durante os primeiros dez dias apos a cirurgia.

Todos os conselhos sobre caminhadas frequentes e elevação das pernas têm como objectivo prevenir o pequeno risco de trombose, evitando edemas e impedindo que a perna se torne rígida e enfraqueça. Os desportos violentos devem ser evitados enquanto se usar as ligaduras ou meias de compressão. Para além disso, os treinos devem ser retomados gradualmente, em vez de se começar imediatamente a competir. Também não se deve fazer natação até que as meias de compressão ou as ligaduras tenham sido retiradas e todas as feridas estejam secas e curadas.

Regressar ao trabalho

Regressar ao trabalho depois de uma cirurgia às varizes não causará qualquer problema desde que se sinta capaz: já vi doentes a regressarem ao trabalho no dia seguinte! No entanto, se o trabalho envolver longos períodos de pé ou a conduzir, deve esperar duas semanas até voltar a trabalhar. Não é comum serem necessárias mais de três semanas de baixa, após uma cirurgia a uma perna, ou mais de quatro semanas, após uma cirurgia a ambas as pernas.

Conduzir

A pergunta mais importante a fazer antes de conduzir, depois de qualquer cirurgia é: “Consegue fazer uma travagem de emergência sem ter dores?” Normalmente, isto só é possível uma semana após uma cirurgia a uma perna e dez dias após uma cirurgia a ambas as pernas. Se o doente conduzir um carro de caixa automática e a cirurgia tiver sido apenas à perna esquerda, pode achar-se capaz de conduzir pouco tempo depois! Se houver qualquer dúvida ou preocupação, os doentes devem aconselhar-se com a companhia de seguros.

Voltar inteiramente ao normal

O tempo necessário para voltar completamente ao normal varia de pessoa para pessoa. Depende do calibre e extensão que as varizes tinham e se a cirurgia foi apenas a uma perna ou às duas. Uma pessoa magra, que tenha sido operada apenas a uma perna e que tenha poucos hematomas, pode sentir-se totalmente recuperada ao fim de duas ou três semanas. As pessoas com excesso de peso, que tenham muitos hematomas e tenham sido operadas a ambas as pernas, podem levar dois ou três meses a recuperarem totalmente da cirurgia. Cerca de um mês após a cirurgia, começa-se a notar uma melhoria dos sintomas de desconforto causados pelas varizes nas pernas. O edema do tornozelo demora mais tempo a passar e as pequenas cicatrizes levam vários meses até se tornarem menos visíveis.

LER TAMBÉM:

Cirurgia de Varizes – Laser e Ablação por Radiofrequência
Tratamento de Varizes por Injeção – Escleroterapia com Espuma
Escleroterapia com Espuma
Varizes – Exames e Diagnostico médico
Causas das Varizes
Exercicios para Eliminar Varizes e Outras Dicas Úteis
Prevenir e Eliminar estrias, Varizes, Náuseas e Pernas Cansadas na Gravidez

13 Responses to “Pós Operatório de Cirurgia de Varizes”

  1. Renata Julho 21, 2010 at 1:19 am #

    estava lendo o artigo sobre vairzes e quero mais informações sobre a questão que fala sobre formação de nodulos. Estes nodulos somem com o tempo?

    Aguardo resposta.

  2. HELIANA Setembro 23, 2010 at 5:08 pm #

    já faz quase um ano que fiz a cirurgia das varizes, e ainda tenho hematomas e nódulos… o que pode ser feito para que desapareçam…estou preocupada.

  3. M. Isabel Rodrigues Setembro 27, 2010 at 12:58 am #

    Fui operada às duas pernas no dia 7 de Setembro. Só estive imobilizada nesse dia e um pouco no dia seguinte. Não tive dores a não ser um ligeiro incomodo na virilha. Comecei logo a fazer caminhada diariamente de mais ou menos 1 hora duas a três vezes ao dia. Tudo o que foi dito neste artigo que acabei de ler, foi mais ou menos o que se passou comigo. Só estou saturada com as meias de compressão que ainda estou usando.

  4. elisa coimbra Outubro 16, 2010 at 1:38 pm #

    fui operada as varizes a 3 semanas ainda tenho muitos ematomas e nodolos e algum desconforto nas pernas nao consigo estar muito tempo andar sinto cansaço nas pernas tendo que me sentar sera normal ou devo ir ao medico

  5. Helena Donas Outubro 20, 2010 at 7:37 pm #

    Foi-me proposto fazer cirurgia Laser na safena – radiofrequencia. Pareceu-me ser como que uma “soldagem” das paredes da safena. Apenas encontrei um site americano vnus.com onde fiquei a perceber exactamente como é feito, mas gostaria de saber se alguém em Portugal já fez esta cirurgia e se apresenta alguns perigos ou não e quais. Não sei que experiência é que há desta cirurgia em Porugal.
    Se alguém puder responder agradecia já que estou a poucos dias de tomar uma decisão.

  6. Carmem Janeiro 11, 2011 at 9:29 pm #

    Cara helena
    Submeti a uma cirurgia de varizes no dia 04 de dezembro no Brasil, center clinica e ainda estou a recuperar,ainda tenho hematomas e nódulos. Muito desconforto nas pernas, estou a espera q as cicatrizes desapareçam. Abraço

  7. Aline Rodrigues Fevereiro 1, 2011 at 10:05 pm #

    Olá, existe algum tipo de compressa que ajude a eliminar os hematonas? ápós quanto tempo da cirugia pode-se ir à praia..farei minha 3 cirurgia, já tirei as safenas, esta será apenas para veias superficiais, sendo então..mais simples..aguardo..abraços

  8. vanderlea Fevereiro 8, 2011 at 11:07 am #

    fiz a cirurgia de varizes e a retirada da veia safena esquerda, estou me sentido bem ,so meu tornozelo esquerdo q esta inchado e quente, é normal?

  9. fernanda Março 6, 2011 at 1:57 am #

    ola!
    fiz a cirurgia ja fazem 6 meses e ficaram manchas na minha pele, gostaria se tem solução. obrigada

  10. maria antonia Abril 23, 2011 at 10:37 am #

    fui operada de varize,retirei a safena,a uma semana atras, ainda estou com um pouco de dores, no primeiro dia que voltei do hospital subir escada, no dia sequinte caminhe por 30 minutos, acho que abuser um pouco mas deu tudo certo vou tira os ponto na proxima semana.sinto-me bem gostaria de saber porque em algum pessoa sao retirada a safena pela frente e outras por tras alguem poderiame dizer algo?

  11. marilene ern Maio 19, 2013 at 10:29 am #

    Fiz a cirurgia de varizes, hoje é o meu segundo dia, irei retirar as ataduras, gostaria de saber quando é pra utilizar as meias de compressaõ, pois não perguntei ao meu médico.

  12. cezar Abril 11, 2014 at 11:10 pm #

    fiz a cirurgia de varizes no dia 07/04. retirei as duas safenas e algumas veias que estavam atrapalhado no meu dia dia principalmente minhas atividades físicas. Hospital Sta Cruz em curitiba, excelente não sinto nada, médico espetacular, Igor Yudi, retirei após as 24hrs a faixa e já coloquei a meia elástica. tenho retorno marcado no dia 16/04 para retirada dos pontos. estou muito bem, sem dor alguma.

  13. ALEXSANDRO Setembro 13, 2014 at 4:39 pm #

    O que dói na verdade é o preço da cirurgia”!

Deixar uma resposta


*