Quando se deve consultar um psiquiatra

Uma das especialidades existentes em medicina é a psiquiatria cujo objectivo é o alívio do mau estar psicológico e respectiva recuperação do equilíbrio emocional. Tal objectivo pode ser conseguido através de uma psicoterapia ou com o recurso a medicamentos psiquiátricos.

Mas você, que sente que não anda bem, será que deve marcar uma consulta com um psiquiatra?

Ir ou não ir a um psiquiatra, será caso para isso? E o que faz um psiquiatra?

Em relação a outras especialidades não há dúvidas. Se nos dói um dente por exemplo, sem dúvida que vamos tentar marcar uma consulta com um dentista.

A pessoa sente que não anda bem e tem consciência disso, seja por pensamentos negativos, ansiedade, etc.

(Existem os casos mais graves em que é a própria pessoa que se recusa a ir ao psiquiatra não tendo consciência do seu próprio estado).

Existem uma grande variedade de sinais e sintomas que podem levar o indivíduo à marcação de uma consulta com um psiquiatra.

Muitas vezes, não só a pessoa sente que não anda bem como também os próprios amigos e familiares chamam a atenção para esse facto notando alterações no comportamento da pessoa.

Vejamos alguns exemplos:

  • Irritabilidade excessiva, isto é, a pessoa fica irritada com a mais pequena coisa.
  • Desânimo e ausência de prazer em actividades que anteriormente eram agradáveis.
  • Sentimentos de tristeza.
  • Impulsividade, por exemplo, tomar decisões por impulso sem pensar no que poderá vir a seguir.
  • Ideias de se matar.
  • Perturbações no pensamento.

Entre muitos outros sintomas e comportamentos do indivíduo.

No geral, se a pessoa não se sente bem, se sente que perdeu o equilíbrio emocional que tinha e que sofre com isso, prejudicando também as suas relações com terceiros, então poder-se-à dizer que a pessoa está em “má forma psicológica”.

E a má forma psicológica pode acontecer com qualquer pessoa e por uma série de razões e acontecimentos da vida, sejam desgostos amorosos, sejam situações de desemprego, seja o stress em demasia, etc.

O psiquiatra é a pessoa ideal com quem se deve falar, para avaliar e fazer um diagnóstico do seu estado psicológico e mental sendo que muitas pessoas têm receio de ir ao psiquiatra.

Conclusão:

Se nota alterações no seu “estado normal”, se se sente desiquilíbrado emocionalmente, então marque uma consulta com o psiquiatra que será o profissional que lhe dirá se o que tem está dentro do considerado normal ou se já passou a linha de fronteira e padece de algum distúrbio mental. Note que o facto de marcar a consulta com um psiquiatra não significa que vá sair de lá com medicação para tomar.

Cada caso é um caso mas na dúvida vá, quanto mais não seja para ficar descansada/o.

E essa paz não tem preço.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*