Só as barrigudinhas!

Estar grávida é uma das maiores experiências que uma mulher pode vivenciar. Mesmo que aconteça no susto, fora de hora, a sensação de ter uma vida nova dentro do próprio ventre é incrível! Há uma pessoinha se formando ali dentro! Não é demais? E para garantir que tudo corra bem, muitas gravidinhas se preocupam em dar um trato na saúde, começando pela consulta médica. Estando tudo bem, elas são liberadas para fazer exercícios, provavelmente evitando alguns tipos para afastar a possibilidade de abortos ou acidentes durante a execução dos mesmos.

Acontece que muitas grávidas são meio preguiçosas para fazer exercícios, desde antes da gestação e, por mais que reconheçam a importância dos exercícios, essa preguiça e a falta de hábito em se exercitar ocasionalmente acaba vencendo. Não necessariamente haverão problemas por conta da ociosidade, mas os ganhos com a atividade física são notáveis e certamente permitirão uma gestação e recuperação pós-parto muito melhor! “Mas como fazer uma gestante preguiçosa se movimentar?”. Que tal exercícios em grupo, como aquelas aulas de pilates para gestantes em que só entram meninas barrigudinhas? São as luluzinhas de bolinha!

Junta todo mundo!

aulas-de-pilates-para-gestantes-divertidasPara criar o hábito da pratica de atividade física em alguém que tem preguiça disso, não adianta usar dos discursos sobre os benefícios dela pois essas pessoas já sabem o suficiente – e essa repetição de argumentos podem deixa-la aborrecida e afastá-la ainda mais dos exercícios. Então, a tática é outra: isso tem que ser divertido!

Ao demonstrar que os exercícios são divertidos e promovem ao menos uma hora no dia de puro lazer, aquela pessoa se anima mais a continua-lo depois da aula teste. Se achar aquilo enfadonho, chato e cansativo em retorno psicológico, ela não vai voltar, não importa o argumento que usarmos.

Uma das melhores formas de convencê-la a continuar é através adas atividades físicas em grupo. A maioria das mulheres gosta desse tipo de atividade porque têm a chance de conversar com outras mulheres sobre assuntos de interesse em comum – no caso das grávidas, então… Mas é importante que antes seja feito um trabalho de “reconhecimento da área”: “quem são essas grávidas e por que estão aqui?”. Conhecer um pouco da história de cada uma ajuda a aumentar a familiaridade – e até a identificação – com as outras, deixando nossa amiga gestante mais à vontade para se exercitar perto delas. Talvez ela descubra que compartilha problemas em comum com alguma delas (engraçado como os problemas em comum unem mais do que os sucessos em comum!).

Caso a ideia não agrade…

suporte-papai-fundamentalMas nem toda mulher curte a ideia de fazer exercícios em grupo. Algumas são mais introspectivas, falam menos e preferem menos interação, mesmo entre mulheres na mesma situação. Com essas, o argumento da diversão em grupo não cola de jeito nenhum. Então, o que fazer nesse caso?

Esse é o tipo de situação em que a participação do marido (ou namorado) é crucial. Em geral, homens se mostram mais preguiçosos que as mulheres para fazer exercícios físicos (talvez pela preocupação menor com a estética) e é mais complicado convencê-los do que a elas. Porém, mulheres grávidas que tenham perfil mais reservado se animam quando o parceiro resolve ir pra academia junto com elas por acharem bonitinho, romântico, etc.. E é mesmo! Homens que topam o esforço em nome da saúde da amada e da criança que geraram realmente cativa o coração da mulher! É ou não é? Fica a dica!

No comments yet.

Deixe uma resposta

*