Porque Transpiramos?

Com o Verão chega também a vontade de nos vermos livres das roupas quentes. O calor é tanto que é ver as pessoas a enfiarem as suas saias, calções e biquínis. E, se nesta altura, é necessário ter uma atenção redobrada em relação aos pelos (mulher sofre!), é muito mais importante ainda cuidar da higiene e evitar que a transpiração faça desmaiar os transeuntes à medida que passamos por eles!

Persperation

Não queremos com isto dizer que podes esquecer-te de tomar banho no Inverno. Acontece que no Verão o calor faz surgir o melhor e o pior que há em nós!!!

Mas o melhor é começarmos pelo início: afinal, por que carga de água é que suamos, já que “aquilo” só serve para nos deixar a cheirar mal?

Bom, a transpiração é uma espécie de válvula que regula a temperatura do nosso corpo e é regida pelo trabalho das glândulas sudoríparas. Por ter um dos seus controlos associado ao sistema nervoso central, as glândulas sudoríparas também são activadas nas situações de tensão e stress. A transpiração é normal, o problema é quando ela é excessiva e vem associada ao mau cheiro…

Ou seja, tanto podes começar a suar quando estiveres num ambiente quente, ou a fazer um esforço físico, como ainda podes desatar a suar por todos os lados quando estiveres numa situação de tensão emocional. Pois é, quando estás nervoso/a com um exame ou passas uma vergonha enorme em frente à/ao mulher/homem dos teus sonhos é super natural começares a sentir uma humidade pelo corpo todo.

Até podes pensar que a coisa não seria tão má se, ao menos, o suor não cheirasse mal. Mas, admira-te, o suor não cheira mal! Na verdade, o líquido segregado pelas glândulas sudoríparas é quase 99% de água. O suor só adquire o seu cheiro característico quando se mistura com as bactérias que habitam à superfície da pele e que alteram a sua constituição.

É por essa razão que a primeira medida a tomar para prevenir o tal “mau cheiro dos sovacos” (“axilas” é mais fino…) passa inevitavelmente por uma lavagem diária! Não vale a pena ignorar este ponto e tentar disfarçar o caso com camadas e mais camadas de desodorizante! O remédio mesmo é correr para a banheira!

Mas, mesmo assim, só o banho não chega. É verdade, é preciso usar algo específico para cada caso. Podes escolher entre os desodorizantes e os antitranspirantes. Os primeiros têm o poder de combater o odor indesejável, pois contêm substâncias bactericidas que actuam contra as bactérias, causadoras do odor. Já os segundos, também conhecidos como moderadores da transpiração, agem reduzindo a taxa de transpiração.

Deves dar preferência aos desodorizantes já que os antitranspirantes não são muito saudáveis, ou seja impedir a transpiração não é melhor opção. Só deves realmente optar por estes produtos se fores uma pessoa que transpire muito e em muita quantidade. Aí sim, já ajudam a disfarçar um pouquinho.

Depois, podes sempre escolher usar um produto em creme, spray, roll-on, gel, stick… As hipóteses são muitas. É à vontade do freguês!

Só não te passe pela cabeça substituir o desodorizante por um perfume! Os perfumes contêm um alto teor de álcool, que pode irritar a pele. De mais a mais, depois de algum tempo deixam de perfumar e, misturado ao suor, tornam-se aliados do mau cheiro. Ugh!

No comments yet.

Deixe uma resposta

*