A importância da manutenção preventiva

A principal função de uma manutenção preventiva é prevenir falhas que podem ocorrer em diversos tipos de sistema, como motores mecânicos e engrenagens. A ação que deve ser feita periodicamente não eleva a capacidade de funcionamento de uma máquina, apenas garante que ela funcione de forma plena e potente por muito mais tempo. E isso pode, sim, ser considerado um ganho.

Carros, motos, equipamentos e máquinas em geral basicamente precisam de revisão em bombas de combustível, bateria, sistema mecânico e checagem dos mais diversos tipos de óleos, produto essencial para prevenir desgaste entre as partes.

Existem uma imensidade de tipos de lubrificantes, sendo os mais comuns em formato de óleo e graxas. A especificação mais técnica mais importante para esse tipo de para esse tipo de produto é a viscosidade. Quanto maior a viscosidade, mais “líquido” é o produto. O popular óleo 68, por exemplo, costuma ser um tanto mais espesso, se assemelhando com uma graxa.

Esse material é tão importantes que existe um tipo específico para cada compartimento ou engrenagem em uma máquina. O óleo para transformador é um produto indicado para motores elétricos, já que possui propriedades antieletricas e não propaga a energia.

A manutenção preventiva deve ser sempre preferida em relação à corretiva. Além de ser bem mais em conta financeiramente, a ação evita que máquinas fiquem muito tempo paradas com perca de produção e não corram o risco de terem problemas mais complexos de serem resolvidos.

Como fazer?
A ação basicamente leva em consideração a limpeza interna e externa de um sistema, já que pequenas partículas e sujeiras podem causar danos às máquinas. Outra ação importante de ser feita periodicamente é checar se há desgaste das peças e, se necessário, substituí-las por novas, antes que quebrem.

Nos caso dos carros, por exemplo, checar níveis de óleos, balanceamento de rodas, filtro de ar, paletas do limpa brisa e fazer o rodízio de pneus ajudam a garantir uma direção mais segura e confortável.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*