A reta final do Brasileirão

O campeonato brasileiro, conhecido como Brasileirão, está a chegar a fim e, neste momento, não existem grandes dúvidas na classificação geral. A maior parte dos clubes brasileiros já definiu a sua posição na tabela, mas podem sempre existir surpresas. Saiba o que lhe reserva a reta final do Brasileirão ao avaliar o desempenho das equipas que nele participam.

O G4

O G4 é o grupo dos quatro primeiros classificados que garantem a qualificação direta para a Taça dos Libertadores da América do ano seguinte. E no topo da classificação está quase tudo definido. O Atlético MG está na perseguição ao líder Fluminense, mas a distância de nove pontos é muito grande, o que diminui as suas hipóteses em levantar o troféu.

Com  isso, o título deve ficar mesmo nas Laranjeiras e todas as casas de apostas não arriscam outro campeão que não o Flu. A equipa de Fred e companhia fez uma empreitada irrepreensível: 21 vitórias, 10 empates e 3 derrotas, a melhor campanha na era atual do campeonato brasileiro de futebol.

Porém, a disputa do G4 está animada e conta com a presença do Grémio e do São Paulo. Estes dois últimos, podem transformar o grupo das Américas em G3, pois se uma equipa do Brasil vencer a atual edição da Copa Sul-Americana, uma vaga brasileira é retirada do campeonato nacional (Grémio e São Paulo são os únicos do país que continuam na competição).

Os outros clubes perseguidores que estão no encalce desta vaga são o Internacional, o Botafogo e o Vasco (os dois primeiros contam com craques como Forlán e Seedorf, respetivamente). Mas as hipóteses de o conseguirem são muito remotas, pois já se encontram muito distantes do quarto lugar.

O caso Internacional – Palmeiras

Neste momento, faltam 4 rodadas para o final do campeonato e a classificação geral apresenta uma indefinição quanto ao resultado do jogo entre o Internacional e o Palmeiras que a equipa da casa venceu por duas bolas a uma.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) congelou os pontos da partida porque, segundo a direção alviverde, o árbitro – Francisco Carlos Nascimento – recorreu à consulta das imagens televisivas  (recurso não permitido) para anular o golo do atacante palmeirense Barcos. O julgamento ainda irá decorrer e até lá os pontos deste jogo mantêm-se congelados.

O meio da tabela

Algumas equipas que se encontram no meio da tabela têm a vantagem de fazer uma reta final de campeonato tranquila, como é o caso do Santos, do Coritiba, do Náutico, do Flamengo, do Cruzeiro e do Ponte Preta. Estas equipas estão afastadas da zona de despromoção e já começam a preparar a nova época com antecedência.

A zona de despromoção

A zona dos aflitos, também conhecida como zona de despromoção ou de rebaixamento (Z4) também não parece apresentar grandes novidades. O Figueirense e o Atlético GO estão praticamente na série B e o Palmeiras, apesar de ter um diferendo em tribunal por causa do jogo com o Internacional, também não se encontra numa boa situação.

A única dúvida parece centrar-se na equipa que vai acompanhar as outras três na descida de divisão. Será que o Sport Recife consegue ser mais forte do que o Bahia ou da Portuguesa e manter-se na série A do Brasileirão? Isso é uma questão que ninguém sabe responder, mas que anima o campeonato brasileiro nas próxima jornadas.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*