Conheça a seguir um pouco mais sobre os sintomas da psoríase e algumas formas de se tratar a mesma

psoríaseA psoríase nada mais é do que uma doença considerada comum de pele que causa vermelhidão e irritação consideráveis. A grande parte das pessoas que tem psoríase tem a sua pele vermelha e ainda grossa, com placas que são escamosas em coloração branco e prateadas.

As principais causas do problema

A psoríase é uma doença considerada bastante comum, e poderá inclusive afetar pessoas de qualquer idade ,mas aparece inclusive de forma muito mais frequente entre idades de 15 a 35 anos.

A doença não é considerada contagiosa, e muitas vezes parece ser transmitida para próximas gerações de uma família específica. Muitos médicos acreditam que ela acontece a partir do momento que o sistema imunológico do organismo acaba confundindo as células totalmente saudáveis com diversos tipos de substâncias perigosas.

As células da pele acabam crescendo desordenadamente em camadas mais profundas e normalmente acabam vindo para a superfície pelo menos uma vez ao mês. No caso de pessoas que tem psoríase este processo acontece de forma muito rápida e as células mortas de pele acabam se acumulando desordenadamente na superfície da pele.

Confira a seguir alguns fatores que poderão desencadear a doença

Diversos processos poderão desencadear os ataques de psoríase ou ainda tornar a doença um pouco mais difícil de se tratar.

As infecções consideradas bacterianas ou mesmo virais, o que inclui infecções consideradas estreptocócicas e ainda do trato considerado respiratório superior.

O ar seco ou ainda a pele seca.

As lesões na pele como os cortes, queimaduras e ainda picadas de insetos.

Muitos remédios como por exemplo os antimaláricos, além dos bloqueadores de beta e lítio são necessários.

Outros sistemas como o estresse, a falta de lux solar e o excesso de luz solar, bem como o excesso de álcool poderão definitivamente agravar o problema.

No caso de pessoas que tem um sistema imunológico bastante debilitado a psoríase poderá ser bastante grave, o que inclui pessoas que tem distúrbios auto imunes, aids, entre uma série de outras doenças que poderão ter uma resposta do organismo de forma não convencional.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*