Harmonização de vinhos

harmonização de vinhos
A harmonização da comida com o vinho é bem importante, tudo para que você não venha a fazer feio na hora de harmonizar o alimento e fazer com que o almoço ou jantar em sua casa seja um verdadeiro sucesso.

Harmonização de vinhos:

Os pratos salgados precisam de vinhos que possuam acidez naturalmente altas.

Não é uma coincidência de forma alguma, o fato do picante Xerez Fino ir muito bem com tapas e com amêndoas salgadas, peixes ou chorizos salgados e condimentados. O sal na comida tem um efeito diferenciado de neutralizar toda a acidez do vinho e permitir que os sabores possam se apresentar. Assim como o sal realça todos os sabores e sua comida, por este motivo a melhor pedida é escolher vinhos que tenham uma acidez natural e alta para combinar com seus pratos salgados.

Procure experimentar as opções a seguir:

Os pratos com anchovas, salada de queijo feta com Assyrtiko da Grécia, sopas de peixe tailandesa com Pinot Grigio bem resfriado. Estes alimentos combinam perfeitamente com vinhos naturalmente ácidos.

Os peixes carnudos poderão ser acompanhados de vinhos tintos leves.

Quem acha que os vinhos brancos são feitos para peixes e tintos para carne vermelha, deveriam ficar apenas a pão e água pois não entendem de nada.

Os vinhos tintos leves, frutados e com poucos taninos podem ser acompanhantes perfeitos para peixes de texturas densas, ou seja, peixes mais carnudos como o atum, salmão, peixe espada frescos, entre outros, se o vinho for servido ligeiramente esfriado melhor ainda.

Vale a pena nesta opção experimentar o steak tartare de atum, filé de salmão grelhado com chinon, filé de peixe espada grelhado, e também pratos semelhantes.

Comidas oleosas requerem uma acidez ou taninos

Os pratos que são oleosos provavelmente são fartos e muitas vezes cremosos, mas certamente um grau de opulência deste tipo de prato precisa ser abrandado pelo vinho corretamente escolhido. Se quiser tomar um bom vinho branco, procure se certificar que ele tenha um alto grau de acidez para passar pela gordura e deixar o final do seu paladar limpo. Os taninos podem ainda realizar a mesma tarefa, se escolher um tinto para harmonizar com um prato gorduroso, como um fondue de queijo, deverá ser bastante tânico para não parecer ralo.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*