Indicador Biológico Rápido: Como funciona e Para que Serve

O indicador biológico rápido é uma solução inovadora para realizar o teste de esterilização em sua autoclave.

Sabemos que em todos os indicadores que existem, o indicador biológico é o único que pode testar o poder de esterilização de seu equipamento.

Ao realizar a monitorização, podemos dizer se os micro-organismos realmente são mortos durante o processo ou se, por alguma falha, eles conseguem sobreviver podendo gerar uma série de infecções e contaminações.

Empresas de saúde, como clínicas médicas e laboratórios, devem testar seus equipamentos de esterilização frequentemente para poder ter a certeza de que seus funcionários e pacientes estão seguros de possíveis contágios. É para isso que utilizamos os indicadores biológicos rápidos, que conseguem oferecer resultados em menor tempo que os testes convencionais.

Indicadores Biológicos Rápidos

Indicadores Biológicos Rápidos

Como funciona o indicador biológico rápido

O indicador biológico rápido possui o mesmo sistema que os indicadores comuns.

Trata-se de um tubo plástico que contém uma fita com uma população de esporos em um meio nutriente. Ao passar pelo processo de esterilização, o vapor consegue permeabilizar no tubo tendo como objetivo matar a população de esporos.

Para ter certeza que o processo deu certo, é preciso levar o tubo para uma incubadora e então analisar se os esporos estão mortos ou se conseguiram sobreviver e reproduzir.

Nas versões rápidas, é possível ter o resultado do teste em até quatro horas, muito mais rápido que outras opções que pedem até 48 horas para indicar o resultado.

Isso é possível graças a uma formulação especial que consegue identificar a presença de micro-organismos no tubo em menos tempo, indicando através da mudança de cor do meio líquido.

Essa formulação exige pouco tempo do tubo na incubadora, agilizando os trabalhos de monitoramento de autoclaves, tanto as que funcionam à vapor, como os modelos de esterilização por óxido de etileno.

Por que utilizar indicador biológico?

Manter autoclaves funcionando corretamente é uma atividade primordial para quem trabalha em ambientes de riscos que exigem a esterilização de materiais. Porém o processo de esterilização não é visível, tornando necessário a realização de três tipos de testes:

Físico para observar as condições de tempo, temperatura e pressão da autoclave;

  1. Químico para observar se o processo de esterilização teve a retirada total de ar e a penetração do vapor;
  2. Biológico para comprovar se no final do processo os micro-organismo estão sobrevivendo ou se a operação foi realizada com sucesso e os micro-organismos foram mortos.

Esses três testes devem ser realizados continuamente, os dois primeiros precisam ser feitos diariamente e o indicador biológico rápido pode ser realizado uma vez por semana.

Para maiores informações sobre o indicador biológico rápido, acesse o site: http://www.sispack.com.br/medical/indicadores-biologicos

No comments yet.

Deixe uma resposta

*