Internet e seus Impactos Positivos e Negativos

RESUMO

O artigo demonstra os impactos que a internet pode ter na sociedade. Este artigo visa abordar os temas que se fazem necessários sobre internet, já que existem grandes especulações sobre a internet. Temas que frequentemente são debatidos nas mídias.

Visamos conscientizar a necessidade de se aprender sobre a internet, pois ainda existem pessoas leigas sobre o assunto, ou pessoas que preferem ignorar os avisos.

Especulamos brevemente sobre a passagem da era industrial para a era tecnológica, em seguida focamos no assunto da facilidade que a informatização nos traz.  Vamos mostrar os benefícios e malefícios que a internet traz para o nosso dia a dia.

Tratamos também sobre as redes sociais como fonte de aproximação, divulgação, informatização e os malefícios que elas podem trazer. Abordamos o tema sobre o vicio, já que é um assunto que deve ser mais divulgado nas mídias, pois o tempo que passamos na internet, se não for moderado, pode até ser desenvolvido um distúrbio psíquico.

No tópico sobre segurança, levantamos a questão sobre o cuidado que temos que ter com os sites que acessamos e onde inserimos nossas informações. Logo após temos nossas conclusões, expondo ao leitor nossos pontos de vista e algumas resoluções a serem consideradas.

 Palavras-chaves: internet, pontos positivos, pontos negativos, tecnologia, pessoas, informatização.

ABSTRACT 

The article demonstrates the impact that the internet can have on society. This article aims to address the issues that are necessary on the Internet, since there are great speculation on the internet. Issues that are often discussed in the media. We aim to educate the need to learn about the internet because there are still lay people about it, or people who choose to ignore the warnings. We speculated briefly on the passage from the industrial to the technological age, then we focus on the subject of ease that computerization brings. We will show the benefits and harms that the internet brings to our daily lives. We deal also on the social networks as a source of approach, promotion, computerization and the harm they can bring. We approached the subject on addiction as it is a matter that should be disclosed in the media, because the time spent on the Internet, if not moderate, it may even be developed a psychic disorder. On the topic of security, we raise the question of the care that we have to have with the sites we access and where we enter our information. We must also have security double with children and adolescents who access the internet unsupervised. Shortly after we have our findings, exposing the reader to our views and some resolutions to be considered.

Keywords: internet, positives, negatives, technology, people, computerization.

1  INTRODUÇÃO

À medida que vamos evoluindo, vamos criando maneiras e coisas para nos auxiliar. Passamos por eras de desenvolvimento, e a cada era temos que nos adaptar com a nova forma de viver.

A nova era é a tecnológica. A tecnologia passou a fazer parte do nosso dia a dia, com ela nos tornamos informatizados, temos computadores, celulares, tablets, maquinas com inteligência artificial, dentre outros. Porém a grande evolução foi a internet.

O bem que ela nos traz e seus malefícios, é algo para ser estudado. E esse estudo deve ser feito de tempos em tempos, pois a cada dia novos métodos de usar a internet surgem.

Novas maneiras de roubos, novas redes sociais, novas formas de burlar programas, são algumas das formas que pode modificar a forma que usamos a internet.

O vício é outro assunto bem importante para ser relatado, pois a cada hora a mais que estamos na internet, pode estar sendo prejudicial a nossa saúde, por exemplo, a maneira de sentar em frente ao computador. Podemos desenvolver a necessidade de usá-la.

Outro fator modificador sobre a internet é a segurança, não podemos confiar em todos os sites, redes, links, programas, informações, links de download, e etc. Devemos sempre ter cautela naquilo que acessamos, o que expomos e onde inserimos nossos dados.

2  DESENVOLVIMENTO

2.1  A era tecnológica

Estamos em uma era onde tudo a nossa volta é voltado para a tecnologia, estamos vivendo a era da informatização. Essa era vem para auxiliar o dia a dia do cidadão, porém algumas exigências vêm junto com essa nova sociedade informatizada. Pessoas que não se adéquam a essas novas tecnologias são consideradas ultrapassadas e antiquadas. A forma de ensino, de trabalho, de conhecimento, dentre outras, estão voltadas para a tecnologia. O que antes era de forma manual, se tornou digital. Claro, não devemos forçar as pessoas utilizarem de ferramentas que não estão acostumadas, mas essas novas tecnologias podem facilitar o dia a dia, como um simples ato de pagar contas.

A era tecnológica, que veio após a era industrial, chegou para mudar a forma como vivemos. A criação do computador, microprocessadores, fibra óptica, dentre outras invenções, facilitaram a vida cotidiana e a deixaram mais rápida. Não, não estou dizendo que a vida passa mais rápida, mas ações se tornaram mais rápidas.

“A sociedade atual encontra-se inserida numa era totalmente informatizada, em que a velocidade das informações não permite o alcance da mesma. É possível perceber a rapidez das novas tecnologias apenas fazendo uma pesquisa breve no site de busca Google e milhares de soluções surgem em tempo real, de maneira instantânea, […] “(CAMPOS, 2011, p. 1)

Vários elementos da sociedade vêm se informatizando juntamente com essa nova onda informatizada, como empresas, indústrias, escolas, etc., por isso que é importante se adequar também. Quando você se adapta com a informática, novas portas se abrem, pois a informática esta se tornando algo imprescindível para algumas áreas. Por exemplo, existem empresas que para contratar pede que a pessoa saiba sobre informática. Outro exemplo é a forma de pesquisas, que antes teria que ir até uma biblioteca e procurar de livros em livros, com um clique na rede as pessoas tem acesso a milhares de informações. O fato da informática se tornar o nosso dia faz com que seja importantíssimo o aprendizado da mesma.

2.2  A internet

Mas é claro que não podemos deixar de citar a internet, já que estamos falando de informática. A internet foi algo revolucionário, a facilidade de acesso a informações de forma rápida é algo que realmente faz a diferença. Não apenas isso, o que antes era simples, se tornou mais simples com a internet.

“Se a tecnologia da informação é hoje o que a eletricidade foi na era industrial, em nossa época a internet poderia ser equiparada tanto a uma rede elétrica quanto ao motor elétrico, em razão de sua capacidade de distribuir a força da informação por todo o domínio da atividade humana.” (CASTELLS, 2003, p. 7)

A internet ligou um mundo inteiro na mesma rede, você pode estar no Brasil conversando com alguém da Rússia. Não há limites para a conexão de duas, ou mais, pessoas desde que elas tenham um interesse em comum, a distância não irá existir. Segundo Raquel da Cunha, discente da Universidade Católica do Rio Grande do Sul, a partir desse interesse, as pessoas poderiam criar relações entre si, e com o tempo essas relações tornar-se-iam de tal forma poderosas que poderiam ser classificados como laços comunitários.

A internet traz muitos benefícios à sociedade. Mancuzo (2014, p. 1) diz que a internet é um benefício à sociedade, já que a informação, cultura e educação deixam de ser privilégio de apenas alguns. O que não é totalmente errado, pois quem tiver acesso a internet, terá acesso a novas informações todo dia, desde que haja interesse. Mas como foi dito anteriormente: “Quem tiver acesso”. Em alguns lugares, ainda existe a dificuldade para implantação da internet, ou em alguns lugares o acesso é bem precário e lento, tornando difícil manter o acesso na internet.

Esse é um fato óbvio de dois lados da internet, um lado positivo e outro negativo. No próximo tópico vamos demonstrar alguns dos pontos que a internet pode nos trazer.

2.3  O lados da internet

A internet tem vários lados positivos para se analisar, a internet beneficia muito a sociedade e temos que saber usufruir disso, desde que seja feito de forma consciente e dentro das leis.

Segundo o site Publicidade e Internet (2009, p. 1) os pontos positivos são:

  • Facilidade de busca por informação;
  • Agilidade e velocidade nas trocas de informação;
  • Maior diversidade nas relações profissionais e pessoais;
  • Facilidade de pesquisa;
  • Centro de informação e entretenimento;
  • Liberdade de escolha de acesso a todos que a possuem;
  • Compra e venda a nível internacional;
  • Aglomeração dos outros meios midiáticos;
  • Conteúdos variados para pesquisa;
  • Entretenimento “barato”;
  • Superação de distâncias.

Podemos observar que a internet tem seus pontos positivos que auxiliam várias áreas. Desde que utilizada com consciência, não traz problemas.

Mas mesmo a internet sendo uma rede que ajuda, ela pode trazer malefícios.

Os pontos negativos, segundo o site Publicidade e Internet (2009, p. 2) são:

  • Nem toda informação tem fonte segura;
  • A rapidez com que se obtém uma informação, aparentemente correta, impede que haja uma seleção da mesma;
  • Relações profissionais equiparadas ao imediatismo da internet e a possibilidade de obter falsas relações pessoais;
  • Uso indiscriminado de informações errôneas;
  • Uso indevido de imagens e informações pessoais;
  • Portas abertas para crimes e abusos;
  • Pornografia infantil e adulta sem restrição de acesso;
  • Vírus destrutivos e nocivos, spams;
  • Decadência de cultura “manuscrita” e verbal;
  • Informações inconsistentes;
  • A facilidade em conseguir informações pela Internet pode deixar o ser humano mais preguiçoso e acostumado ao mundo fast;
  • Jogos, e entretenimentos ocupam muito tempo ociosos, que poderia ser mais bem aproveitado ao lado de uma pessoa real ou com a família;
  • Roubo de Informações e Crimes Virtuais.

A internet é sim um bem pra humanidade, mas existem pessoas que a usam de forma maléfica, e isso complica para quem não tem muitos conhecimentos de informática. Para que você não seja considerado um usuário maléfico, a importância de saber onde você está entrando na internet é muito importante, pois até caso criminal pode virar.

2.4  As redes sociais

Além desses pontos positivos e negativos que foi demonstrado, existem outros, como por exemplo, redes sociais. Usado por milhares de pessoas, as redes sociais vieram para conhecer pessoas, trocar mensagens com pessoas que já conhece e até reencontrar pessoas que há muito tempo não se via. Nela, podemos compartilhar nossos pensamentos, opiniões, fotos e vídeos. O lado negativo é quando a pessoa começa a viver pela rede, acordar no computador e dormir no celular, fica mais de 14 horas na rede, em vez de viver no mundo “off-line”.

Tudo que é feito de modo excessivo se torna algo prejudicial. O vício das pessoas pela rede é algo prejudicial, pois elas perdem momentos agradáveis com família e amigos para ficar na internet conversando com outras pessoas.

A rede social também pode ser utilizada como ferramenta de interação de artistas com seus fãs. Antes o que talvez fosse impossível, agora é mais fácil, as pessoas podem saber, em tempo real, o que seu ídolo está fazendo. Outro ponto que as redes trazem é a informação, pessoas compartilham informações, noticias importantes sobre o mundo. Dessa forma, podemos saber em tempo real o que esta acontecendo em vários lugares do mundo. Porém, nem todas as notícias são cem por cento confiáveis. Para Perussi (2011, p. 8) “As redes colaborativas abrem espaço para o internauta colaborar, participar, noticiar, modificar e criar conteúdo.”

2.5  O vício

A internet pode fazer com que as pessoas passem a necessitar da mesma, pois eles passam a viver através dela. Segundo Percilia (2014, p.1) “É diagnosticado como um caso de internet – dependência, quando as pessoas têm sua vida pessoal, profissional e sentimental afetada pela permanência exagerada na internet.” Tem pessoa que insere a sua vida na internet, não apenas compartilhando seus feitios do dia, mas, por exemplo, sincronizando a agenda de afazeres, inserindo compromissos e datas importantes, em ferramentas da internet. E isso faz com que a pessoa passe a ter necessidade da internet para saber o que terá nos dias. Percilia (2014, p.2) diz ainda que “Alguns especialistas consideram o vício pela internet um “problema psíquico”.”.

Não é só em relação a agendas e redes sociais que as pessoas ficam viciadas, pois utilizar determinadas ferramentas, não faz mal algum, pois como já foi dito, a internet foi inventada para auxiliar e conectar as pessoas. Mas há pessoas que ficam viciadas em jogos, e passam a viver através deles. Eles passam a ter necessidades de estar em jogos e passam a viver a realidade do jogo, já que seus amigos, a vida perfeita, pessoas perfeitas estão lá. O jogo é apenas uma ferramenta de diversão e não deve ser levada como uma segunda vida.

Na medida em que as pessoas passam a se interessar mais pela internet do que pela vida pessoal, se torna algo realmente perigoso. Há casos que levaram a morte, por isso que deve ser moderado o acesso a internet. O site, conhecido como Mais Equilíbrio, diz que o vício em internet é apenas uma ponta do iceberg na relação entre o homem e as máquinas por ele criadas. Muitos problemas podem surgir pelo avanço da tecnologia.

2.6  A segurança

A segurança na internet é um ponto que deve ser bem estudado. Devemos avaliar bem onde estamos inserindo nossas informações, pois existem muitos sites maliciosos que utilizam nossos dados para outros fins. Mesmo com todas as informações que as mídias passam quase que diariamente, as pessoas parecem ignorar e continuam se expondo aos perigos.

Não devemos inserir informações importantes em qualquer site e nem divulgá-los em lugares impróprios. O mesmo cuidado que temos no nosso dia a dia temos que ter na internet. Para os adultos a internet pode oferecer vários riscos. Pensando nas crianças, o risco aumenta ainda mais. Já faz tempo que as reportagens comentam sobre os crimes da internet, muitos deles ligados a pedofilia.

“Em países mais evoluídos, o tema sobre segurança no mundo virtual começa desde pequeno, como matéria de sala de aula ou mesmo em forma de palestras e grupos de discussão. Temos que lembrar que se hoje a internet já é fundamental na nossa vida, daqui alguns anos ela será indispensável e todos estarão conectados a ela. Assim, ensinar a lidar com a internet e seus males precisam começar na infância, seja na escola ou em casa mesmo.” (POZZEBON, 2011, p. 3)

A internet é um lugar de portas abertas a qualquer um, por não sabermos o que passa pelas mentes das pessoas, nós não podemos ter cem por cento de confiabilidade em quem divulga informações, desenvolve e divulga softwares, em quem está do outro lado da rede. Temos que ter cuidado e estar atento ao que se expõe e inseri na internet.

3  CONCLUSÃO

Temos prós e contras a favor da internet como foi apresentado nos tópicos acima. A internet usada conscientemente traz muitos benefícios a seus usuários e a própria sociedade num todo. Devido aos usuários maléficos, temos que ficar atentos a tudo que acontece ao redor do mundo digital. Um cuidado principalmente com as crianças que ingressam nesse mundo muito rápido e hoje já “nascem” com a tecnologia em mãos e cabe aos pais e educadores ingressarem essas pessoas da melhor forma possível no mundo tecnológico.

O importante é você ter consciência do que se está fazendo na internet, pois uma vez que você insere informações, não tem como tirar mais da rede. Ter consciência de onde está acessando, o que esta acessando e por onde está acessando.

Utilizar com consciência é a melhor solução, pois usando conscientemente você consegue usufruir dos benefícios da internet e ficar longe dos malefícios.

4  REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

A INTERNET como vício, São Paulo, Mais Equilíbrio, 2013. Disponível em: < http://www.maisequilibrio.com.br/bem-estar/a-internet-como-vicio-7-1-6-631.html > Acessado em: 12 jun. 15, 13:48:55

BARBOSA, Bárbara Ferraz, Vantagens e desvantagens da era tecnológica, Bolívia, 2013. Disponível em: < http://barbaraferraz1d.tumblr.com/post/52415747850/vantagens-e-desvantagens-da-era-tecnologica > Acessado em: 14 jun. 15, 17:41:46

CAMPOS, Karina, Influência da informática na sociedade, Rio Grande do Norte, Web Artigos, 2011. Disponível em: < http://www.webartigos.com/artigos/influencia-da-informatica-na-sociedade/68478/#ixzz3YAp7Q5WP > Acessado em: 12 jun. 15, 21:34:29

CASTELLS, Manuel, A galáxia da internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade, Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.2003. Disponível em: < https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=nCKFFmWOnNYC&oi=fnd&pg=PA5&dq=internet&ots=_CBTWKqa4T&sig=IKj4nUQt1uXJA_27N7M-ktlpxhU#v=onepage&q&f=true > Acessado em: 11 jun. 15, 16:32:51

MANCUZZO, Fabiano, Importância da internet na sociedade, DNBR Telecom, 2014. Disponível em: < http://www.dnbr.com.br/2014/11/importancia-da-internet-na-sociedade/ > Acessado em: 26 jun. 15, 19:25:32

O IMPACTO da internet sobre a sociedade: uma perspectiva global, Rio de Janeiro, Nosso Blog, 2015. Disponível em: < http://www.go2web.com.br/pt-BR/blog/o-impacto-da-internet-sobre-a-sociedade-uma-perspectiva-global.html > Acessado em: 12 jun. 15, 15:25:41

PERCILIA, Eliene, Ciberviciado – Vício por internet, Brasil Escola, 2014. Disponível em: < http://www.brasilescola.com/informatica/ciberviciado.htm > Acessado em: 14 jun. 15, 22:32:14

PINCETA, Karina Perussi, O avanço dos meios digitais e a produção de informação, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://pt.slideshare.net/karinaperussi/artigo-cientfico-redes-sociais-8460927 > Acessado em: 11 jun. 15, 17:45:32

PONTOS positivos e Negativos, Publicidade e Internet, 2009. Disponível em: < https://publicitarias.wordpress.com/pontos-positivos-e-negativos/ > Acessado em: 12 jun. 15, 15:32:56

POZZEBON, Rafaela, Quais são os perigos da internet?, Oficina da Net, 2011. Disponível em: < http://www.oficinadanet.com.br/artigo/seguranca/quais-os-perigos-que-a-internet-oferece > Acessado em: 14 jun. 15, 20:19:31

RECUERU, Raquel da Cunha, A internet e a nova revolução na comunicação mundial, Rio Grande do Sul, 2000. Disponível em: < http://www.raquelrecuero.com/revolucao.htm > Acessado em: 11 jun. 15, 15:21:47

SANTOS, Eliani Maria Alves de Almeida, Pontos positivos e negativos da tecnologia, São Paulo, Web Artigos, 2011. Disponível em: < http://www.webartigos.com/artigos/pontos-positivos-e-negativos-da-tecnologia/68349/ > Acessado em: 12 jun. 15, 20:15:24

AUTORES

André Luís Sacramento Monteiro 

Discente de Sistemas de Informação da Faculdade de Educação Tecnológica do Estado do Rio de Janeiro (FAETERJ) polo Paracambi, cursando o 5º período, turno da manhã. E-mail: [email protected]

Giovanna Gabriella Alexandrino Garcia Lima 

Discente de Sistemas de Informação da Faculdade de Educação Tecnológica do Estado do Rio de Janeiro (FAETERJ) polo Paracambi, cursando o 5º período, turno da manhã. E-mail: [email protected]

No comments yet.

Deixe uma resposta

*