O que é a insolvência e como resolver estes problemas

A Insolvência nada mais é do que um tipo de estado onde o devedor deverá ter uma série de prestações específicas a cumprir, tudo isto que deverá acontecer de formas bastante superiores aos rendimentos que ele recebe. E por isso um insolvente na maioria das vezes não consegue cumprir todas as suas obrigações e seus pagamentos. Uma pessoa ou ainda um tipo de empresa insolvente poderá até o final de um processamento ser considerada como uma insolvente em uma falência ou ainda em vários processos existentes de recuperação.

Todas as pessoas em uma conversa informal costumam até mesmo confundir todos os temos existentes de insolvência e ainda falência. Estas são palavras que contam com significados econômicos e ainda jurídicos distintos, sendo assim que até mesmo a falência é um tipo de estado onde o devedor é totalmente responsável por mais dívidas do que os bens que ele possui. Uma empresa ou mesmo uma pessoa falida não necessariamente está insolvente.

Sobre os insolventes e não falidos

Um bom exemplo disto é que um estudante pede um tipo de empréstimo para acabar o seu curso. E ainda no final do curso deve um equivalente a R$ 25 mil reais, e nada tem em seu nome e não tem como pagar esta quantia. Com isto ele está falido, já que o total de suas dívidas é algo superior ao total de bens que ele possui.

Apesar disto ele não está insolvente.

Ele poderá cumprir de forma antecipada todos os seus compromissos determinados, paga todos os tributos de sua casa, mas não tem como pagar empréstimos. Em alguns anos então ele começa a trabalhar com novos salários pagando as dividas restantes. Isto é uma pessoa que está falida e não insolvente.

O insolvente é o oposto disto, e por isso caso o usuário passe por um processo de insolvência é importe se procurar um profissional na área jurídica que tenha uma especialização existente em insolvência e com isto poderá definitivamente resolver todo o seu problema sem ter maiores transtornos existentes quanto a situações adversas.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*