ON page em otimização de site SEO é essencial para o Google

Definindo o on-page

Otimização de Sites - Agência Levelnine

Algo que podemos verificar com uma determinada facilidade nos dias de hoje, é que muito se ouve falar sobre a estratégias que são adotadas para otimização de sites, e claro, muitos acabam por investir bastante do seu tempo para que possam compreender como isto funciona. Sendo assim iremos falar agora mesmo sobre um dos assuntos que mais tem gerado polêmica, ou até mesmo simples dúvidas, o on page, sendo que algumas pessoas podem simplesmente não compreender muito bem do que isto se trata, assim como também acabar por não ter entendido como pode ser aplicado ou até mesmo adotado.

O que é a técnica On-page

O on page poderia ser considerada como uma área mais interna de uma página da internet, ou seja, quando uma pessoa decide que irá realizar a otimização de um site, ela poderia se preocupar com as primeiras páginas, as primeiras funções e com isto se esquecer dos “entrelaces” que pode acontecer em uma página da internet, fazendo com que desta forma a otimização possa ser considerada até mesmo como superficial, ou então o resultado que a pessoa que solicitou o seu serviço, não seja como o esperado, como na qualidade de informação, entre outros aspectos que se espera com o SEO.

Sendo que o on page acaba por aprofundar mais os detalhes, acaba por dar mais importância, como por exemplo no caso de se fazer com que a área interna da página possa funcionar tão bem quanto a parte que seria considerada como externa, ou a mais fácil de ser visualizada. Um problema que pode ser considerado como comum para quem trabalha com otimização de sites(SEO) seria a questão de não analisar de forma adequada o título interno da página, ou seja, é possível que você encontre em um site “x conteúdo – o segredo”, e então em outra página “ o segredo – x conteúdo” ou seja, é possível que algumas páginas que não tenham sido otimizadas acabem por utilizar o mesmo título mais do que uma vez, fazendo com que assim já possa ser considerada como sem conteúdo, no entanto, se você irá abordar um determinado tema, e necessita desta chamativa, poderá utilizar a variação como foi exemplificado anteriormente, fazendo com que assim você consiga manter o conteúdo, consiga manter o atrativo, no entanto, faz a otimização para o ranking de busca.

Outras questões que também necessitam ser avaliadas seriam com relação as head tags, ou seja, a H1, até a H6, onde é possível que se obtenha uma evolução de conteúdo bastante especifica apenas com algumas alterações, ou seja, código fonte de cada uma das páginas, e claro, entender que organizar o conteúdo é fundamental para que a página seja bem qualificada.

Ou seja, de certa forma, podemos entender, que o on page acaba por ser relacionado a todos os detalhes que muitas pessoas, principalmente leigas, podem acabar por não compreender que fazem completamente a diferença quando chega o momento de se realizar a otimização, que nada mais seria realmente do que realizar a organização do conteúdo da página, para que assim não ocorram as repetições, para que não ocorra a falta de interesse, e até mesmo para que não ocorra a falta de conteúdo, algo que pode ser considerado ainda nos dias de hoje como algo comum entre as páginas da internet, ou seja, elas são atrativas, e então no momento em que esta é acessada, acaba-se por perder o interesse nas primeiras 3 linhas que o seu leitor tem acesso.

Desta forma, podemos entender que o on page acaba por ser relacionado ao trabalho de analisar o conteúdo, de verificar as keywords que serão utilizadas, como será o desenvolvimento do conteúdo, e um exemplo bastante especifico para isto seria – Receita de bolo de cenoura – Receita de bolo de cenoura com chocolate – “use 3 cenouras, corte, misture com ingredientes para bolo e asse, faça uma cobertura e pronto”, ou seja, a página foi atrativa para você, pois você esta em busca de uma receita, porém ela acabou por ser “destruída” para você a partir do momento em que não há um conteúdo adequado, e claro que isto não será analisado apenas por uma pessoa, mas também pelos mecanismos de buscas.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*