Quando um funcionário pode ser demitido por justa causa?

Um dos principais medos de boa parte dos trabalhadores é acabar sendo demitido por justa causa. Mas, você sabe quando o seu emprego fica realmente ameaço por esse tipo de dispensa? Então, confira a seguir quando um funcionário pode ser demitido por justa causa?

1. Ato de improbidade

Esse caso ocorre quando o trabalhador de maneira desonesta tira vantagem para si ou para terceiro.

2.  Mau Procedimento

Nessa situação, o colaborador apresenta um comportamento antiético, agressivo ou inadequado com seus colegas de trabalho.

3. Concorrência Desleal

O funcionário, sem permissão de seu superior, realiza um tipo de concorrência para os serviços ou produtos da sua companhia.

4. Condenação Criminal

Quando o trabalhador é condenado criminalmente pode ser demitido por justa causa, desde que julgado em todas as instancias e que não possa cumprir a sua jornada de trabalho.

5. Desídia em suas atividades

Esse é um dos motivos mais comuns para a demissão sem justa causa e também um dos que mais causa reclamações trabalhistas e a procura por advogados com experiência no ramo trabalhista. Isso ocorre porque o empregador necessita provar a redução de rendimento do seu colaborador.

6. Embriaguez

A legislação abre a possibilidade de demissão por consumo excessivo de bebida alcoólico no serviço ou habitualmente. Mas, atualmente, os tribunais tem considerado que a embriaguez é uma doença e não se caracteriza como demissão por justa causa.

7. Abandono do serviço

A demissão por justa causa por abandono do posto de trabalho pode ocorrer em duas possibilidades: abandono por mais de 30 dias sem apresentação de nenhuma justificava ou abandono por menos de 30 dias, mas, com provas.

Aprenda tudo sobre seus direitos em nosso blog trabalhista

8. Ato lesivo a honra

Agredir física ou verbalmente, humilhar o empregador, seus familiares ou demais colegas de trabalho representa atentado contra a honra e a boa fama. E essa ação pode resultar em demissão por justa causa mesmo que não aconteça no local de trabalho.

9. Jogos de azar

Para que o profissional possa ser demitido por justa causa por jogos azar é preciso que isso aconteça dentro da própria empresa, como quando um trabalhador usa o computador de trabalho para jogar em sites de pôquer.

10. Divulgação de segredo da empresa

Com o desenvolvimento tecnológico e eletrônico da sociedade em geral, o vazamento de dados e informações corporativos se transformou em algo freqüente. Então, quando um funcionário vaza informações privilegias de um email, chats, fornecedores, clientes ou contatos corre o risco de ser demitido por justa causa. No entanto, só é justificada quando é realizada por um trabalhador para uma pessoa interessada ou concorrente e que represente um prejuízo real para os negócios.

Vale destacar que o funcionário sempre tem o direito de recorrer da decisão da empresa e solicitar a ajuda de seu sindicato e contratar os serviços de um advogado trabalhista.

Dúvidas trabalhistas? Acesse Beirith Advogados e entenda os seus direitos!

No comments yet.

Deixe uma resposta

*