Sistema de trabalho homeoffice já é uma realidade no Brasil

O trabalho à distância ou mesmo diretamente de sua residência se trata de um sonho distante para milhares de Brasil nos dias de hoje. Afinal, quem não gostaria de ter o poder de definir o seu momento de começar e de encerrar o expediente? Realizar todas as atividades do conforto de sua residência? Não se estressar com a demora no trânsito e aproveitar esse tempo para fazer companhia para seus familiares e seus filhos?

Atualmente, a tecnologia oferece diversas ferramentas para que empregados e empregadores mantenham contato regular sem a necessidade de comparecer todos os dias a sede física da companhia. O trabalhador pode fazer o seu serviço remotamente de qualquer local do país e até o mundo desde que tenha responsabilidade e foco para cumprir a meta estabelecida pelo seu patrão.

É possível fazer uma reunião ou entregar um relatório de um restaurante, um café, um shopping e/ou qualquer lugar que tenha conexão com a rede mundial de computadores e lhe permita ficar a vontade para fazer as suas respectivas atividades. No entanto, essa pratica homeoffice exige algumas adequações de empregados e empregadores.

Adaptando-se as inovações do mercado de trabalho

A partir do momento que o patrão decide implantar o sistema de homeoffice com todos ou alguns funcionários de sua empresa precisa estar atento que não existe qualquer diferença para quem trabalha em casa ou comparece diariamente a empresa desde que existe a possibilidade de fiscalização eletrônica e digital. E nos dias de hoje o que não faltam são ferramentas para saber exatamente onde está alguém e o que essa pessoa está fazendo.

Portanto, se o funcionário cumpre a demanda de trabalho e o horário combinado com seu patrão mesmo de casa tem todos os direitos garantidos pela legislação trabalhista. No entanto, se há a necessidade de fazer um serviço que exceda essa jornada de trabalho o patrão tem a obrigação de arcar com o pagamento das horas extras trabalhadas em casa da mesma maneira que agiria com as horas extras feitas na sua empresa.

Veja mais sobre seus direitos trabalhistas

Porém, o funcionário que está no sistema de homeoffice, também conhecido como teletrabalho, ainda necessita se adaptar a modalidade. Basicamente, o trabalhador conta com as mesmas responsabilidades apenas atuando em um local diferente.

O primeiro passo é que o colaborador esteja bem ciente de suas tarefas, obrigações e da quantidade de trabalho que deve entregar diariamente para seu patrão utilizando a plataforma digital escolhida. Desta maneira, a tática adequada para não perder prazos é reduzir as interrupções e não se distrair com toda a liberdade adquirida.

Direitos não respeitados no sistema de teletrabalho

Mas, se o profissional entender que teve os seus direitos desrespeitados nessa nova modalidade de prestação de serviço, tem todo o direito de recorrer à consultoria de um advogado trabalhista para analisar a situação e verificar se deve entrar com uma ação na Justiça.

Dúvidas trabalhistas? Acesse Beirith Advogados e entenda os seus direitos!

No comments yet.

Deixe uma resposta

*