Vantagens e desvantagens da reabertura do mercado de transferências

Como todos os adeptos de futebol sabem, no mês de janeiro reabre o mercado de transferências em Portugal, o que significa que os clubes como o Sporting e o SL Benfica, têm a oportunidade de corrigir algumas falhas que tenham ocorrido desde a pré-época. Neste defeso, existem os que concordam e os que não concordam e ao juntar os dois lados, conhecerá algumas  vantagens e desvantagens da reabertura do mercado de transferências.

As 5 principais vantagens da reabertura do mercado de transferências

Reforço do Plantel

É com este propósito que a janela de transferências reabre. No mês de janeiro, todos os clubes fazem as apostas desportivas em comprar novos jogadores de modo a reforçar os seus plantéis, melhorando ou reforçando a sua posição nas várias competições em que estão a participar.

Venda de Jogadores

Outra vantagem é a venda de jogadores não utilizados que não fazem falta à equipa e só estão a dar prejuízo com o seu salário. A meio da época já se sabe se o jogar é ou poderá ser útil ou não por isso esta janela de transferências ajuda a vender os jogadores que não são necessários.

Equilíbrio das contas do clube

Ao vender jogadores, os clubes podem equilibrar ou melhorar as contas do clube. Ao fazê-lo, a equipa ganha dinheiro e pode assim comprar outros jogadores que fazem falta nesta mesma janela de transferências.

A possibilidade de corrigir erros

Esta reabertura do mercado dá uma melhor noção do estado da equipa e oferece a possibilidade de serem corrigidos alguns erros que foram efetuados na formação do plantel original. Se não houvesse esta janela, só mais tarde é que as equipas iam reparar nas posições mais deficitárias na equipa, na vez de evitar confrontá-lo até ao fim da época.

Treinar um jogador ou modelo de jogo para a próxima época

Com as compras de Inverno, os jogadores que foram contratados podem-se adaptar melhor ao plantel com os jogos feitos nessa época, preparando-se assim para a época seguinte, estando já habituado às ideia e sistemas táticos da equipa.

As 5 principais desvantagens da reabertura do mercado de transferências

Venda de jogadores

É verdade, vender jogadores não é apenas uma vantagem, mas também uma desvantagem. No caso de não se vender apenas os jogadores menos utilizados, mas sim os mais importantes. Nesta situação, a janela de transferências acaba por ser má para alguns clubes que acabam por ficar sem os seus melhores jogadores a meio da época.

Mau estar na equipa

Ao contratar um jogador novo e este entrar logo no onze titular, os outros jogadores, que costumam estar no banco de suplentes, podem não achar justo e começam a sentir-se mal com a sua posição no clube. Esta situação pode gerar um mau estar evidente na equipa e o treinador deverá saber gerir todos os egos dos jogadores.

Desequilíbrio das contas do clube

Ao ser contratado um jogador muito caro e com um salário muito elevado, é de esperar que as contas do clube fiquem um pouco desequilibradas, conduzindo a um saldo negativo.

Infelicidade dos adeptos

Se for vendido um jogador muito importante e com grande carinho por parte dos adeptos, estes podem ficar infelizes com o clube por vender um jogador tão apreciado e importante para o bem-estar do clube na tabela classificativa

A hipótese dos resultados não aparecerem

Numa mudança de jogadores, de treinadores ou de táticas de jogo, a derrota está sempre iminente apesar do objetivo principal ser precisamente o contrário. Os jogadores novos, os que eventualmente são contratados na reabertura do mercado, podem ainda não estar habituados aos outros elementos do plantel e ao modelo e ideia de jogo de uma determinada equipa. Esta situação pode conduzir a derrotas preocupantes, pois ainda não existe uma dinâmica de jogo coletivo e os reforços podem ainda não ter tido tempo de adaptação.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*