Etanol de capim elefante: o que é?

O etanol já deixou de ser uma realidade distante, esse combustível que emite menos poluentes e não precisa de petróleo para ser produzido já está em circulação no mercado. O etanol é produzido a partir de plantas e, por meio de alguns processos, se transforma em um combustível muito usado em ônibus e caminhões. Por conta dos seus benefícios para o meio ambiente, sua utilização está sendo expandida para outros tipos de veículos e máquinas.

Para a produção dos biocombustíveis cada vez mais são pesquisadas plantas que podem servir como matéria-prima para eles. Recentemente, uma planta foi acrescentada à lista e vem produzindo grandes expectativas, o capim elefante.

Ele é ótimo para essa finalidade, isso porque consegue ser produzido em grande escala. Em comparação com o eucalipto, ele consegue produzir o dobro de biomassa por hectare. O ciclo de crescimento até a colheita é bem reduzido, apenas 6 meses, fazendo que com em pouquíssimo tempo ele já possa ser transformado em combustível. A sua colheita também apresenta grandes vantagens, podendo ser totalmente mecanizada, agilizando sua produção e reduzindo gastos com mão de obra.

Após a colheita, o capim elefante passará por indústrias com equipamentos apropriados, como fragmentadora, que o transforma em bicombustível para que possa ser comercializado. A sua aceitação é bastante grande porque não prejudica os motores das máquinas e também emite baixa quantidade de poluentes.

Por conta dessa aceitação e todas as vantagens que ele oferece, combinados ao clima propício do Brasil para seu cultivo, é de se esperar que cada vez mais ele seja comum no mercado. Os bicombustíveis estão ganhando seu espaço e o capim elefante pode ser uma boa matéria-prima para grande parte da produção desse tipo de combustível ecologicamente correto.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*