Pacientes de psoríase podem fazer esfoliação no corpo?

o que é psoríase
Muitas doenças de pele, além de se tornar um problema pois se trata de algo visível, ou seja, que não pode ser escondido, também acaba limitando o paciente, que deixa de fazer algumas coisas que podem ser até mesmo interessantes como cuidados pessoais. Um destes procedimentos que não é indicado para os pacientes deste tipo de doença de pele é a esfoliação.

Antes de entender os motivos que acabam levando a não recomendação da esfoliação para os pacientes de psoríase, é preciso entender o que é a psoríase. Trata-se de uma doença de pele que não tem cura. Os médicos e especialistas nas pesquisas na área ainda não entendem o que leva uma pessoa a desenvolver este problema, mas sabe-se que ela tem forte tendência genética.

Uma das principais características da psoríase, com relações as ações que ela acaba tendo no corpo da pessoa, é o fato de que ela deixe uma parte da pele das pessoas com feridas. Esta região geralmente fica seca e avermelhada. Algumas pessoas sentem muita coceira, o que piora sempre quando a pessoa coça. Além disso, algumas pessoas acabam sentindo dor nas feridas que aparecem.

A esfoliação acaba sendo um procedimento muito utilizado pelas pessoas que desejam fazer uma limpeza mais profunda em uma determinada parte do corpo. Existem muitas pessoas que possuem a tendência a oleosidade, não apenas no rosto, mas também em outras partes do corpo. E a esfoliação acaba sendo importante, pois permite um maior controle desta oleosidade.

Mas o grande problema da esfoliação é o fato de que os produtos que são utilizados geralmente contam com pequenos elementos calcificados, que ajudam na limpeza. Quando eles entram em contato coma a parte da pele que está machucada ou que apresenta alguma coceira em virtude da psoríase, a tendência é que esta ferida acabe piorando.

Portanto, as pessoas que possuem psoríase devem evitar as esfoliações, especialmente quando elas são feitas nas partes do corpo onde as feridas costumam aparecer.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*