Cursos financiados em Porto e Lisboa

Com uma crise económica sem precedentes em praticamente todas as Nações que em tempos eram as grandes economias do Mundo, que como consequência trazem elevadas taxas de desemprego, é imperioso, actualmente, para quem pretende ter um futuro profissional estável, apostar na formação e em uma constante actualização de conhecimentos, e nesse aspecto, os cursos financiados podem ser uma enorme mais valia.

Este tipo de cursos, são ministrados por entidades governativas, que têm por objectivo uma maior qualificação dos seus cidadãos, de forma a melhorar as competências destes, para que isso posteriormente possa ter reflexos positivos na economia, na competitividade, na balança comercial dos países, e consequentemente, na qualidade de vida de todos os habitantes desse País.

Tendo em conta que actualmente muitas pessoas vivem enormes dificuldades financeiras, é imperioso que não desanimem e que continuem a apostar na melhoria do seu curriculum profissional, sendo que, através dos cursos financiados, podem fazê-lo sem qualquer tipo de custo financeiro, à excepção das despesas relacionadas com os transportes para o local de formação.

De forma a que esse investimento (sobretudo de tempo) dê frutos no médio prazo, importa no entanto optar por ursos em áreas que em certa medida possam estar relacionadas com outras actividades que exerça ou tenha exercido.

A título de exemplo, alguém que porventura tenha uma formação ou larga experiência na área comercial, deverá alargar as suas competências linguísticas, por exemplo, frequentando um curso de mandarim, já que hoje em dia o mercado asiático tem uma grande importância nas exportações. Um outro exemplo é o do marketing.

Quem porventura tem uma formação de nível superior neste sector, actualmente é imperioso que frequente cursos que tenham conteúdos programáticos relacionados com os meios digitais, pois a Internet já é um dos principais canais de comunicação das marcas, e o futuro tende cada vez mais a aumentar essa importância.

Um outro exemplo é o do turismo. Quem frequentou em tempos uma formação abrangente na área, porque não especializar-se em gestão de estabelecimentos de hotelaria e restauração, tendo em conta que o nosso País dispõe de muitas empresas no sector?

Estes são apenas alguns pequenos exemplos de como deve encarar os cursos financiados como uma potencial mais valia para a sua carreira profissional, pois hoje em dia, as empresas, devido às dificuldades de tesouraria que atravessam, procuram cada vez mais por profissionais que tenham competências para exercer um vasto leque de actividades. Feita esta introdução, em seguida vamos passar a listar alguns cursos financiados em Lisboa:

  • Higiene e Segurança no Trabalho
  • Técnicas de Geriatria
  • Cozinha e Pastelaria
  • Restauração e Hotelaria
  • Energias Renováveis
  • Técnicas Comerciais
  • Contabilidade e Fiscalidade
  • Gestão Empresarial
  • Ciências Informáticas
  • Gestão de Eventos
  • Produção Audiovisual
  • Legislação Turística
  • Técnicas de Secretariado

Em seguida, para quem reside mais a Norte do País, deixamos uma lista de cursos financiados no Porto, que irão decorrer a partir dos próximos meses:

  • Técnicas de Contabilidade
  • Produção Audiovisual
  • Animação Turística
  • Técnicas de Marketing
  • Gestão e Administração
  • Produção Agrícola
  • Segurança e Higiene no Trabalho
  • Gestão Desportiva
  • Manutenção de Sistemas Informáticos
  • Cozinha e Pastelaria
  • Técnicas de logística

Além destes cursos financiados, existem muitos outros em outros sectores de actividade que de certa forma podem preencher as suas qualificações profissionais e ajudá-lo a perspectivar um futuro mais de acordo com as suas ambições pessoais, financeiras e profissionais.

Não se esqueça de ter em conta as dicas que demos no início deste artigo, de forma a poder optar por uma formação que esteja em linha com a sua actividade profissional, e que o tempo que irá “perder” a frequentá-las, seja um tempo bem empregue.

Estes cursos financiados, podem e devem ser também utilizados por pessoas que não têm qualquer tipo de formação, pois alguns deles são de longa duração e podem ser uma boa base de formação, no entanto, estamos convencidos que são mais dirigidos a quem pretende ampliar competências e não ter competências de base. Por hoje é tudo.

No comments yet.

Deixe uma resposta

*